Um filho rico de um rico pastor, escrevendo sobre sua vida dentro e fora da igreja; em uma sutil forma de poesia.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

"Nunca Foi

Por que me pedem para voltar?
Quando na verdade eu nunca estive lá,
Aquelas verdades não me significam mais,
Por que não me deixam em paz?

Eu não quero sua oração,
Muito menos seu perdão!
Apenas me deixe viver,
Acredite, sou feliz mesmo sem crer;

Agora me sinto leve e livre,
E eu sei que era para ser justamente o contrário,
Um dos melhores momentos que já tive,
Foi quando pude escolher sem ser julgado;

Talvez a verdade seja mesmo relativa,
Pois lá dentro eu jamais fui feliz,
Ao menos aceite que minha decisão é definitiva,
E finalmente viverei como eu sempre quis..."