Um filho rico de um rico pastor, escrevendo sobre sua vida dentro e fora da igreja; em uma sutil forma de poesia.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

"Pobre Homem

Certa vez uma cristã me perguntava,
Qual é a igreja eleita,
Que no Apocalipse será levada,
Ao lugar onde a glória foi feita;

Pois o Evangélio está diluído,
E misturado (disfarçado) com seu próprio demônio,
O reino de Deus na terra está destruído,
Fragmentado em centenas de fracos pedaços sem dono;

Aquela pobre jovem não tinha culpa por estar sem rumo,
Ela era apenas mais uma sem direção,
De milhares que rogaram aos céus um único culto,
Em meio a tantas placas de denominação;

Anunciam determinação de bençãos na televisão,
Pregam santidade como uma livre opção,
Até pessoas falando com seus parentes falecidos em nome de Jesus,
Falam da salvação sem mostrar a própria cruz!
 
Tentei dizer àquela moça para ter calma,
Dizendo que nós não somos perfeitos,
Mas ela cada vez mais se indignava,
Em como conseguimos errar de tantas formas e meios;

Ela fechava os olhos e pedia incessantemente,
Para que a misericórdia de Deus seja mesmo infinita,
Mas tenho certeza que no soar da trombeta muitos queimarão dolorosamente,
Para que apareça a verdade definitiva."

"Semeador

Atenciosamente eu escuto você,
Para te entender,
Com o fim de controlar,
Esperando a hora certa para falar;

E ao me ouvir,
Você mal irá sentir,
A semente que lancei crescer,
E em tudo que irás fazer;

Irás regá-la,
E quando cair em si será o fim,
Pois nem conseguirá encontrá-la,
Já terás feito o que quis para mim;

E não satisfeito,
Consigo sempre um jeito,
De semear mais uma semente,
Mais especificamente;

Quando seu solo estiver propício,
Devido às chuvas de rancor,
Será apenas o início,
De seja qual for a intenção semeador."

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

"Última Dança

Dê-me o prazer,
De dançar com você,
Está última canção,
Não desvie sua atenção;

Mas deixe seu vestido rodar,
E seu pensamento voar,
Até onde eu possa alcançar,
Até onde o som consiga chegar;

Jogue seu cabelo com graça,
Faça disto uma arte,
Mas sei que tudo não passa de uma farsa,
Dançamos com os corações a parte;

Você sabe que neste mundo não há outro par,
Que saiba dançar,
Como eu sei,
Como você ama e como eu te amei;

Temos o poder na mão,
De fazer o que quiser com esta dança,
Esqueça este salão,
Comigo estás em segurança;

Por toda noite fique comigo,
E fique ao meu lado para sempre,
Mas nosso aliado é também nosso inimigo,
Amamos quem nos fere impiedosamente;

Talvez se continuarmos a dançar,
O amor faça parte dos acordes,
Não trazendo mortes,
Mas para nos fazer voar."

"Rebelados

Longe do Criador e de sua grandeza,
Desafiando-O com soberba,
Escondendo nossa fraqueza,
Vazios em nossa própria sombra;

Se o princípio da sabedoria,
É o temor a Deus então Ele diria,
Que a penas um louco viveria,
Em meio a tanta lama;

Pois estamos sujos e marcados de sangue,
De nossos próprios irmãos e que ninguém mais clame,
Para que um deus nos ame,
Pois nenhum deles aprovaria esta discrepância;

Entre o humano e o divino,
Que desde menino,
O homem aprende a respeitar o sino,
Da igreja que hoje é demolida em nossa liderança."

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

"Eu

Eu não desejo de verdade amar,
Eu nasci sem pedir,
Se Eu sou amado não vou demonstrar,
Viver ou morrer tanto faz, já que Eu consegui;

Eu tenho poder, beleza, tempo e dinheiro,
Eu tenho tudo o que todos pretendem alcançar,
Ainda há como Eu não ser feliz por inteiro?
Talvez Eu tenha esquecido de algo comprar;

A inveja não é a velocidade do mEu sucesso,
Sou Eu quem o faço crescer,
E só o que Eu peço,
É que não me peçam para Eu viver;

Onde Eu não sou o centro da atenção,
Ou do jeito que Eu não quero,
Ao menos Eu sou feliz sendo sincero,
Mesmo sem precisar da sua opinião."

"O Ritual

Não se devia chorar por quem está morto,
Pois não sabemos se eles ouvem a nossa oração,
Mas por minha amada farei como nenhum outro,
Este ritual de ressureição!

Com meu sangue, ela e seu amor retornarão,
Reivindicarei à escuridão para trazê-la de volta,
E que os demônios não anulem a minha decisão,
Pois está pago o preço onde nada mais importa;

Com este punhal sujo de trevas e paixão,
Inicio este ritual que não falha,
Nossas feridas curar-se-ão,
Tanto quanto manchei de vermelho tua mortalha;

Levante-se e segure minha mão,
Nosso amor agora vive, poderoso como já foi um dia,
Minha alma está selada junto a esta diabólica união,
De sangue, trevas e amor. De que outro jeito mais seria?" 

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

"Fecharam

'Eis que estou a porta e bato',
Disse Jesus,
Por que as igrejas estão neste estado?
Simplesmente apagaram a luz;

Quem bate não está do lado de dentro,
Está de fora,
Expulsaram o filho de Deus do templo,
E agora?

Não me refiro somente a paredes e velas,
Falo de pessoas,
Igrejas hoje mais parecem celas,
Será que Tu perdoas?

Abram a porta!
Aviso mais uma vez,
Pois se não abrirem agora,
Quem vai ficar de fora são vocês."

"Dupla Personalidade

Este é meu (começo) fim,
(Não quero) Tentei justificar meus meios,
Todo esforço (dele) meu,
Foi para evitar (o que eu desejo) este desfecho;

(Eu quero) Não queria mostrá-los,
(E a verdade) Mas agora conhecerão ,
E sem demora vou (tirá-lo de cena) chamá-lo,
Para ver como as coisas (ficam sem problemas) acontecerão;

Onde (ele) eu era fraco, (eu sou) ele é temível,
Onde (ele) eu era forte, (eu sou) ele é invencível,
E quando (ele) eu amava, (eu sempre gritava) ele sempre soprava,
Que no final era (ele) eu quem chorava;

(Ele me) Eu o ignorava, mas (desistiu) desisti,
(Desistiu de si) Desisti de mim, (porque o fizeram) fizeram-me cair,
E todas as vezes (eu o) ele me dizia para sair:
( _ )'Finalmente, posso agir ( _ )'?

(Imponente) Desesperado, (preparado) machucado,
Olhei para ele, (desesperado) imponente e (machucado) preparado,
Então (o) me recolhi de bom grado,
Para que (eu possa fazer) ele faça o inesperado;

Então aqui (ele os disse) digo adeus por tempo indefinido,
Em minha consciência (ele está) estarei refugiado e escondido,
E para aqueles que por todo este tempo (o tem) tem me ferido,
Só tenho a dizer, que (eu agora) não mais me responsabilizo."